viernes, 17 de octubre de 2014

MERMELEIA Geleia Caseira

Produzimos de forma artesanal, algo que está, a cada dia mais em falta no mercado:  Geleias Caseiras

Usamos de frutas brasileiras da época em combinação com especiarias que realçam o sabor e geram um diferenciado gourmet na linha de geleias que existem hoje.

Queremos com isto unir a tradiçao Chilena de um dos criadores em conjunto com a criatividade do outro criador Brasileiro. 

A parceria Brasil/Chile faz um jogo como o nome da marca em portunhol chamando nossas geleias caseiras de "MERMELÉIAS". 

As geléias que mais se destacam, são:

-Morango com Cabernet Sauvignon
-Abacaxi com Merkén
-Pimentão Vermelho
-Tomate 

entre outros. 

Presente em eventos e casamentos e contamos com parcerias em lojas e ateliês de bolos em São Paulo.

Trabalhamos com dois tipos de potes. Os de 250g (para presente único ou uso diário) ou a de 40g (geralmente utilizadas para lembrancinhas em eventos, aniversários ou casamentos).

Facebook:
Facebook.com/geleiascaseiras

Instagram:

@geleias_caseiras 

Tel: 





martes, 15 de julio de 2014

sábado, 20 de abril de 2013

CAFÉ BARRIGA BAR.RIGA CAFÉ & CULTURA

CONHECE O CAFÉ CULTURAL BAR.RIGA, NOVO ESPAÇO CULTURAL PINHO DE RIGA. UBICADO NO CENTRO DE SAO PAULO, NA RUA CONSELHEIRO RAMALHO 599, BELA VISTA. UN BAR QUE PROCURA TRAZER A COMIDA TRADICIONAIS DE CASA, POR ISSO OPTAMOS PELO SABOR CASEIRO. NO BAR PODEMOS ENCONTRAR. .- PAO CASEIRO DE ALHO E ALECRIM .- GELEIA .- QUEIJO MINAS .- SUCOS NATURAIS .- TORTA DE CARNE E FRANGO .- VARIEDADE DE BOLOS E MUITO MAIS... ALEM DA CARTA DE BEBIDAS, CAFÉ, CHÁS... VENHA E CONHEÇA VAI QUERER VOLTAR... CAFÉ BARRIGA SABOR FEITO EM CASA. https://www.facebook.com/barriga.cafe?fref=ts

martes, 25 de septiembre de 2012

COREOGRAFO DE FLASH MOB (11) 96207 0772









Flash Mob é a abreviação de “flash mobilization”, que significa mobilização rápida, relâmpago. Trata-se de uma aglomeração instantânea de pessoas em um local público para realizar uma ação previamente organizada. Para efeitos de impacto, a dispersão geralmente é feita com a mesma instantaneidade.

jueves, 13 de septiembre de 2012

miércoles, 16 de noviembre de 2011

sábado, 13 de agosto de 2011

Em direção a uma definição de Performance

Em direção a uma definição de Performance
Diana Taylor, NYU



De 14 a 23 de junho de 2001, o Instituto Hemisférico de Performance e Política reuniu artistas, ativistas e estudiosos das Américas para a Segunda Reunião Anual, a fim de compartilhar as formas como usamos o desempenho em nosso trabalho para intervir em cenários políticos que (pre) ocupado. Na reunião do Instituto Hemisférico de Performance e Política, todo mundo parecia entender que se refere a palavra "política", mas o significado de "performance" foi mais difícil chegar a um consenso. Para alguns artistas, o desempenho (como o usado na América Latina) se refere ao desempenho ou performance de arte, parte do campo das artes visuais. Outros artistas jogado com o termo. Jesusa Rodriguez, o artista de cabaré / performance mais ultrajantes e influentes do México, que se refere o 300 participantes do encontro como "performensos" (idiotas), e muitos de seus espectadores concordaria que é preciso ser louco para fazer o que ela faz quando confrontado com o Papa e do Estado mexicano. Tito Vasconcelos, um dos primeiros músicos de gay publicamente assumido, o qual pertence à geração dos anos oitenta, no México, subiu ao palco como Marta Sahagun, um ex-amante, agora mulher de presidente mexicano, Vicente Fox Vestido de terno branco e combinar sapatos, saudou a platéia para a conferência "perfumance". Sorrindo, como Vasconcelos Sahagun admitiu que ele entendeu o que era tudo isso e reconheceu que ninguém se importava a mínima para o nosso trabalho, mas, apesar de que ela nos recebeu. "- PerFORqué?" pergunta a mulher confusa em um Raznovich quadrinhos Diana. [IMAGEM 1] As piadas e trocadilhos revelar, enquanto a ansiedade refere-se a definir o que o termo "performance" e da perspectiva que se abre como um novo campo emergente para intervenções artísticas e acadêmicas.

As apresentações funcionam como atos vital de transferência, transmitindo o conhecimento social, memória e senso de identidade por meio de ações repetidas, ou o que Richard Schechner chamou de "comportamento duas vezes comportada" (comportamento realizado duas vezes). "Performance", em um nível, é objecto de análise de estudos de desempenho, incluindo várias práticas e eventos, tais como dança, teatro, ritual, protestos políticos, funerais, etc, envolvendo comportamento teatral, padrão, ou relacionados com a categoria "evento". Para constituir analisadas essas práticas são geralmente definidos e separados dos outros ao seu redor. Muitas vezes, essa diferenciação é parte da natureza da dança-evento específico ou de um protesto político tem um começo e um fim, não ocorrem de forma contínua ou em associação com outras formas de expressão cultural. A este nível, então, que algo é uma performance equivalente a uma afirmação ontológica.

Em outro nível, "performance" também é uma lente que permite que os acadêmicos metodológicas para analisar eventos e desempenho. A conduta de contenção civil, resistência, cidadania, gênero, etnia e identidade sexual, por exemplo, são testadas e reproduzidas diariamente na esfera pública. Entender esse fenômeno como o desempenho sugere que o desempenho também funciona como uma epistemologia. Como uma prática em empresas, em conjunto com outros discursos culturais, performance fornece uma certa forma de conhecimento. A distinção é / como (performance) sublinha a compreensão do desempenho como um fenômeno tanto "real" e "construída" como uma série de práticas que reúnem o que historicamente tem sido separados e mantidos como uma unidade discreta, como discursos ontológicos e epistemológicos supostamente independente.

Os vários usos do ponto de desempenho palavra para as camadas referencial, complexo, aparentemente contraditórias e, por vezes, mutuamente sustentada. Victor Turner baseou seu entendimento do termo raiz etimológica no parfournir francês, que significa "completo" ou "realizar completamente." Para Turner e outros antropólogos que escreveu nos anos sessenta e setenta, os desempenhos revelou a mais profunda de caráter, a cultura genuína e individual. Guiada pela crença em sua universalidade e de transparência relativa, Turner sugeriu que as pessoas pudessem começar a entender um ao outro através de suas performances. Para outros, o desempenho significa exatamente o oposto: ser construída a partir de desempenho indica a sua artificialidade, é "encenação", a antítese do "real" e "verdadeiro". Embora em alguns casos a ênfase artificial sobre o desempenho como "construtiva", revela um viés antiteatral em uma leitura mais complexa que é reconhecido como um parceiro construiu o "real". Apesar de uma dança, um ritual, ou evento necessita de um quadro que difere de outras práticas sociais em que estão inseridos, isso não significa que essas performances não são "reais" ou "verdadeiro". Pelo contrário, a idéia de que emana o verdadeiro desempenho mais vida "real" em si vem de Aristóteles a Shakespeare e Calderón de la Barca, a partir de Artaud e Grotowski até o presente. Homens de negócios usam o termo parece mais do que ninguém, embora geralmente para significar uma pessoa, ou mais freqüentemente uma coisa se comporta de acordo com seu potencial. Supervisores avaliar a eficiência dos trabalhadores em seus empregos, seu "desempenho" como carros avaliados, computadores e mercados, alegadamente, a fim de superar seus rivais. Consultores políticos concluir que o desempenho como um estilo, em vez de ação ou conquista realizada normalmente determina o sucesso político. Ciência também começou sua exploração do comportamento humano e cultura expressiva repetido através dos "memes": "Memes são histórias, canções, hábitos, habilidades, invenções e maneiras de fazer coisas que nós copiamos os outros por imitação (65) ", em suma, estes actos têm chamado Repetitivo como o desempenho, embora o desempenho não é necessariamente limitado a um comportamento mimético.

Também em noções desempenho estudos sobre o papel ea função do desempenho variam muito. Alguns estudiosos aceitam a sua natureza efêmera, argumentando que desaparece porque qualquer forma de documentação ou reprodução capta o "ao vivo". Outros estendem sua compreensão do desempenho dos parceiros, fazendo memória e história. Como o desempenho, como, participa na transmissão e preservação do conhecimento.

Teóricos da filosofia e retórica (como JL Austin, Derrida Jacques e Judith Butler) desenvolveu termos como "performativo" e "performatividade". A performativa, para Austin, refere-se a situações em que "a emissão da declaração envolve a execução de uma ação" (6). Em alguns casos, a repetição e diferenciação anteriormente associado com o desempenho é clara: é no âmbito de um casamento convencional, onde as palavras "sim" têm um peso legal. Outros estudiosos continuou a desenvolver a noção de performativo oferecidos por Austin de diferentes maneiras. Derrida, por exemplo, vai mais longe, sublinhando a importância de citationality e interativo "evento de fala", levantando a questão se a "uma declaração performativo [pode] ter sucesso se a sua formulação não repetir um elemento" codificado "ou repetitivas." No entanto, a estrutura que sustenta o uso de performatividade, Judith Butler faz o processo de socialização pelo qual gênero e identidade sexual (por exemplo) são produzidos através de citação-regulação práticas e é difícil de identificar porque processo de normalização tem invisível. Enquanto em Austin, a linguagem performativa diz que ele faz, Butler vai na direção oposta à subjetividade ação subordinado e lei prática cultural discursiva. Neste caminho o performativo se torna menos uma qualidade (ou adjetivo) de "performance" do que para o discurso. Embora ele já pode ser tarde demais para reivindicar o uso performativo de não-discursivas desempenho em campo, sugiro que recorrer ao uso de uma palavra em espanhol contemporâneo desempenho performativo para denotar a forma adjetiva do não-discursivo desempenho. Qual é o significado dela? Porque é vital ressaltar que os campos performativas e visuais são formas distintas, embora muitas vezes associada, a forma discursiva que tem sido tão logocentrismo ocidental privilegiada. O fato de que não temos uma palavra para se referir ao espaço performativo é o produto da mesma logocêntrico nega.

Assim, um dos problemas com o desempenho, e similares performativo, falso e performatividade vem da gama extraordinariamente ampla de comportamentos cobertos, de dançar ao comportamento convencional cultural. No entanto, essa multiplicidade de usos expõe as interconexões profundas de todos estes sistemas de inteligibilidade uns com os outros, e atritos produtivas que existem entre eles. E os diferentes usos do termo no mundo dos negócios as áreas acadêmica, política, científica, várias, raramente se envolvem entre si diretamente, 'performance' também teve uma história de intraductibilidad. Ironicamente, o próprio conceito tem sido objecto de compartimentos disciplinares e geográficos que procura desafio, e ele negou a universalidade ea transparência, que alguns afirmam desempenho promete aos seus objetos de análise. Estes diferentes pontos intraductibilidad são, claramente, fazendo com que o termo e campo de prática revelando teoricamente e culturalmente inclusiva.

Embora performances não nos dão acesso à compreensão de outras culturas, como Turner teria gostado, certamente nos dizer muito sobre o nosso desejo de ser eficaz e ter acesso a outras culturas, para não mencionar nada sobre as implicações políticas de nossas interpretações .

Na América Latina, onde o termo não tem equivalente em espanhol ou Português, "performance" tem sido comumente referido como "arte da performance" ou "arte da performance." Traduzido simples mas tão ambígua como "desempenho" ou 'performance' travestismo, que convida a pensar sobre a língua inglesa sexo / gênero 'performance', o termo é cada vez mais utilizado para discutir dramas sociais e prática corporal. As pessoas hoje bastante difundida referem ao "performativa", como que tem a ver com o desempenho em um sentido amplo. Apesar das acusações de que 'performance' é uma palavra saxã, e não há maneira de fazê-lo soar natural ou Espanhol ou Português, acadêmicos e artistas estão começando a apreciar as qualidades do termo-muitos e estratégico. Embora o "desempenho" pode parecer uma palavra estrangeira e intraduzível, as estratégias performativas estão profundamente enraizadas nas Américas desde o seu início. No entanto, o conhecimento de vocabulário se refere àqueles corpo mantém uma forte ligação com as artes visuais (performance art, arte efêmera) e as tradições teatrais.

'Performance' inclui, mas não é redutível aos termos são freqüentemente usados ​​como sinônimos: espetáculo teatral, de ação, e mostrar representación.Teatralidad, capturá-lo construído, o sentido abrangente da performance. As formas pelas quais a vida social e comportamento humano pode ser visto como desempenho ocorre nesses termos, mas com uma valência específica. Teatralidade, a meu ver, envolve um cenário, uma encenação paradigmático participantes têm supostamente "ao vivo", estruturada em torno de um roteiro esquemático, com um "fim" preset (mas adaptável). Em oposição às narrativas, cenários (aventuras) obrigam-nos a considerar a existência física de todos os participantes. A teatralidade vicissitudes que faz algo vivo e atraente. Diferentemente de "tropo", que é uma figura de linguagem, não depende unicamente teatralidade linguagem para transmitir um padrão estabelecido de comportamento ou ação. Os argumentos são estruturados resposta previsível teatral a uma fórmula, o que significa que pode repetir. O teatro (e teatro) exibe sua artifício, seu ser construída, a concorrência para a eficiência, não autenticidade. Conota uma dimensão consciente, controlada e, portanto, sempre político, que 'performance' não implica necessariamente. Ela difere de 'show' que enfatiza a mecânica do espetáculo teatral. 'Show', eu concordo com Guy De Bord, não uma imagem, mas uma série de relações sociais mediadas por imagens. Assim, como afirmei em outro trabalho, "liga os indivíduos a uma economia de olhares e olhando" (1997: 119) que podem aparecer mais "invisível" normalizar, ou seja, menos "teatral". Ambos os termos, no entanto, não são substantivas verbo-por que não dar lugar à noção de iniciativa individual ou de ação da maneira "performer" faz. Muito se perdeu, eu acho, demitiu-se quando o potencial de intervenção directa e activa de adotar termos como "teatral" ou 'show' para substituir 'performance'.

Palavras como "acção" e "representação" resultar em uma ação individual e intervenção. 'Ação' pode ser definido como "agir", um "acontecimento" avant-garde, uma "arte-ação", uma "concentração" ou "intervenção política". 'Ação' agita as dimensões estéticas e políticas de "ação" no sentido de intervir. Mas é um termo que não leva em conta os mandatos econômicos e sociais que empurram os indivíduos para que eles operam dentro de tabelas normativas determinadas, por exemplo, a forma como implantar nosso gênero e etnia. 'Ação' parece ser mais directa e intencional, e, portanto, menos envolvidos social e politicamente para "Executar", que evoca tanto a proibição ea possibilidade de transgressão. Por exemplo, podemos estar implantando vários papéis socialmente construídos, ao mesmo tempo, mesmo quando estamos envolvidos em um definitivo "ação" anti-militar. Representação, mesmo com seu verbo 'representar' evoca noções de mimesis, uma ruptura entre o 'real' e 'representação', que 'performance' e 'performer' têm formas complicadas. Embora esses termos têm sido propostos como uma alternativa à "performance" externa, mas também derivam da língua, história cultural, e ideologias ocidentais.

Então por que não usar um termo de uma línguas não europeias, tais como Nahuatl, Maya, Quechua, Aymara ou qualquer das centenas de línguas indígenas ainda faladas na América? Ollin, que significa "movimento" em Nahuatl, aparece como um possível candidato. Ollin é a força motriz por trás de tudo que acontece na vida, movimento repetido do sol, as estrelas, a terra e os elementos. Ollin, é também o nome de um mês no calendário mexicano, e assim permite especificidades temporal e histórica. Ollin e também se manifesta / a si mesma como uma divindade envolvidos em questões sociais. O termo captura simultaneamente a natureza ampla e abrangente de "desempenho" como um processo iterativo e transferência, bem como o seu potencial para a intervenção histórica e cultural individualmente. Ou poderia ser adotado Areito, a palavra para a música dance-? O areítos, descrito pelos conquistadores no Caribe no século XVI, eram um ato coletivo que incluía canto, dança, celebração e reverência, que pediu uma legitimidade estética, bem como sócio-político e religioso. Este termo é atraente porque ele apaga todas as noções aristotélicas de "gênero", público e limites. Ela reflete claramente a hipótese de que as expressões culturais exceder o particionamento seja por gênero (música dance), pelos participantes / atores, ou o efeito esperado (religiosas, sócio-político, estético) que fundamenta o pensamento ocidental cultural. Chamada para questionar a nossa taxonomias, apontando novas possibilidades interpretativas.

Então, por que não? Neste caso, creio eu, para substituir uma palavra com um reconhecível mas conturbada história de como o desempenho, por outro, desenvolvido em um contexto diferente e apontam para uma visão de mundo profundamente diferente, seria um ato de pensamento de esperança, um desejo de esquecer a nossa história compartilhados, relações de poder e dominação cultural, que não desaparecem mesmo quando nós mudamos a nossa língua. 'Performance' como um termo teórico, em vez de um objeto ou prática é algo novo no campo. Enquanto nos Estados Unidos veio em um momento de disciplina volta-se para cobrir objetos de análise que já ultrapassou as fronteiras acadêmicas (por exemplo, "A estética da vida cotidiana") não é tão "teatro", acusou colonial séculos de atividades da evangelização e da normalização. Acho que a impossibilidade de definição e complexidade do termo como resseguradoras. "Performance" carrega a possibilidade de um desafio, mesmo auto-desafio em si mesmo. Como um termo que denota tanto um processo, uma prática, uma episteme, um modo de transmissão, uma realização e um meio de intervir no mundo, excede em muito as capacidades de outras palavras que são oferecidos em seu lugar. Além disso, problema intraductibilidad, a meu ver, é realmente positivo, um bloqueio necessário que nos lembra que "nosotros'-quer a partir de nossas disciplinas diversas, ou a partir de nossas línguas, ou localizações geográficas na América, não entendemos assim tão simples ou suave. proponho que agimos a partir dessa premissa, não entendemos um ao outro, e reconhecer que todos os esforços nesse sentido tem de ser dirigida contra as noções Acesso fácil de decifrar, e traduzibilidade. desafios Este obstáculo não só os falantes de espanhol e Português enfrentando uma palavra estrangeira, mas anglófonos que acreditavam que compreendeu o que significava 'performance'.

Diana Taylor, NYU

The idea of Corpografias is to discuss in general how the body presents or
expresses itself in a social and cultural context marked by hibridity,
miscegenation, displacement, exile and the shattering of fixed notions of
national and personal identity. For the Corpografias slot taught in Brazil I
am focusing on contemporary Brazilian dance and the notion of hibridity
present in post-modern dance theory. So I'm having a look, for instance, at
break-dance in Rio as it develops from the favelas and is incorporated by
choreographers and dancers.

The texts I am using are:


Louppe, Lawrence, ‘Corpos Híbridos’, Lições de Dança 2,
Univercidade Editora.

Beltrão, Bruno, 'Break Dance: Fissão e reação em cadeia', Lições
de Dança 2, Univercidade Editora.

Hall, Stuart, 'Nascimento e Morte do Sujeito Moderno' e
'Fundamentalismo, Diápora e Hibridismo', Identidade Cultural na
Pós-Modernidade, DP&A Editora.

The video I find really useful is the film 'The Hate', by Mathieu
Kassowitz (1995). (There's an interesting scene with break dance)

I'll bring to the class Bruno Beltrão, author of the article on break-dance and coreographer so he can talk about his experience and practice.

Ana Teresa Jardim, Group leader.

martes, 24 de mayo de 2011

DEFINICION DEL CONTACT IMPROVISATION

"Contact Improvisation, es un sistema de movimiento en forma de dúo, en el cual los bailarines a través de una extrema delicadeza, tal vez, casi físico sentido del tacto, peso y postura, danzan en armonia con su compañero y llevan a cabo secuencias de movimientos improvisados de gran destreza física sin herirse ellos mismos o entre ellos".
La danza de contact se realiza en silencio, con bailarines soportando el peso de sus "partners" mientras se mueven. Al contrario de los luchadores que exceden su fuerza para controlar a su contrincante, los bailarines de contacto usan el "momentum" para moverse en conjunto con el peso de su compañero, rodando, suspendiendo e impulsandose juntos. Ellos continuamente ceden antes que resistir, usando sus brazos para asistir y sostener, además de manipular. El principal interés esta en el flujo de la energía mas que en el producir una foto en el espacio, como en el ballet; consecuentemente los bailarines que hacen contact pueden caer como hacer equilibrio en un constante flujo. También, aunque muchos practicantes de la improvisación de contacto demuestran habilidades gimnásticas, al contrario de común de las rutinas de este deporte, el movimeinto durante el contacto no enfatiza la línea, ni el diseño de cuerpo en el espacio. Incluso, más importante, ellos improvisan secuencias de movimiento, inventando o escogiendo en el momento que realizan el encuentro. "Los participantes de "Contact Improvisation" han caracterizado esta danza como un "Arte-Deporte", ya que provee una experiencia de moviemiento de grupo para los participantes y un ejemplo de conducta de movimiento para la audencia". Los Bailarines focalizan la danza en las sensaciones físicas de tocarse, apoyar, mantener, contrapesar y caer con otras personas, lo que trae consigo un diálogo de caracter físico.
En el C.I, se combinan una serie de influencias como la gimnásia, las artes marciales y las partes del desarrollo de la danza en norteamérica que comienza a principios de siglo y continúa evolucionando. Pero la danza moderna está particularmente preocupada de coreografar y dar forma a los movimientos investigados, poniendolos al servicio de una idea o emoción. Esta focalización está ausente en la danza de contact, aquí, el énfasis es el diálogo puramente físico de los bailarines, producto de la sensación de peso y tacto. Muchos bailarines se entrenan con técnicas de danza moderna, pero también han buscado otras inspiraciones y experiencias físicas como el Tai Chi Chuan, el Aikido o técnicas de movimientos baseadas en la kinesiología, mas que en el vocabulario expresionista de la danza moderna tradicional.
Los participantes de contact dance, recalcan la naturaleza social de sus actividades, tanto como sus propiedades formales y físicas. Distintamente a otras formas de danza teatral, el C.I es comunmente practicado por grupo de personas informales y en abiertas puestas de escena llamadas "Jams". Los bailarines, practicamente los primeros 10 años, decían que su tecnica era una especie de danza folcklórica, algo en el que cualquiera podía participar y aprender.
El bailarín moderno Steve Paxton "creó" el C.I en 1972, dando un nombre a las ideas de movimiento que él habia estado trabajando con sus estudiantes. "La denominación describe el experimento formal y admite la formación de un grupo de personas que practican la danza socialmente y la presentan públicamente. Caundo los bailarines originales se dispersaron y comenzaron a enseñar danza de contacto por todas partes, gran número de personas empezaron a participar en ciudades a través de Estados Unidos, Canadá y Europa.

domingo, 20 de marzo de 2011

Chico Bento




Chico Bento.


Criado em 1961, teve como modelo um tio-avô de Mauricio de Sousa, sobre quem ele ouvia muitas historias contadas pela sua avó.
Em agosto de 1982, foi lançada a primeira revista, onde a Turma da Roça, entre eles a Rosinha, namorada do Chico Bento, o Zé Lelé, Hiro, o Zé da Roça, a professora Dona Marocas, o padre Lino, e varios outros personagens vivem divertidas historias num ambiente gostoso e pacato do interior.
O personagem Francisco Bento, mais conhecido como Chico Bento caipira, conserva as caracteristicas inocentes e simples do meio vive que é a Roça.
Chico Bento, tem 8 anos de idade, comemora seu aniversário em 01 de Julho e é filho de Cotinha o Tonico. Tive uma irmâ que morreu chamada Marianinha, que virou uma estrela.
Chico Bento, frecuenta a escola e tem aula com a professora sora Dona Marocas, mas dorme no meio do caminho e quase nunca vai na aula.
Seu vocabulario é peculiar, típico do interior, mas precisamente da Roça, exemplos como: "Ara só!!", "Eita", "Anssim", "Nao é memo!!", etc.

Personalidade.

Cativante, engraçada, simples, preguiçoso, curioso, amigo, inocente, exagerado, medroso e com uma imaginaçao fertil.

Características Físicas

Anda de chapéu de palha, geralmente usa calça pescador cuadriculada e camiseta amarela. Anda de pés descalços e usa sua botina em festividades e quando vai para Cidade.
Adora dormir, pescar, tomar um banho de rio e comer goiaba que sempre pega do sitio do "Nho Lau", morre de medo com a Onça Pintada e vai na missa do padre Lino aos domingos.

Amigos.

Sua Namorada Rosinha, que é muito ciumenta, seus amigos sâo Zé Lelé, Hiro, e Zé da Roça e de vez em quando recebe ao visita do primo da cidade grande.


Seus Animais.


Possui varios animais,entre eles. Galinha Giserda, o Galo Atibaldo, um Porco, a vaca Maiada, o Cabalho Alazâo, um Burro, um cachorro, entre outros. e adora cutucar a terra e pegar minhocas.

Na década de 80´surgiu a primera revistinha da Turma da Roça, consolidando mais para frente a "Turma do Chico Bento", sendo a mais vendida na Itália.

Mauricio Concha Ruiz.

martes, 10 de agosto de 2010

Professor de danças tradicionais gregas (11) 96207 0772




Mauro Concha Professor de danças gregas tradicionais ha mais de 9 anos,agora em São Paulo. Faça de uma festa, um encontro com amigos, publicidade o qualquer tipo de conmemoraçao um encontro mais alegre, fino e com uma proposta nova.

As aulas podem ser de Syrtos (dança de pasos escorregados) e Sirtakis (dança com aceleração do ritmo).

Algums das danças mais populares são:

Koustos
Kalamatianos
Pentosalis
Chamico
Sousta
Balos
Hasapikos
Zorba

martes, 6 de julio de 2010

Professor de valsa para casais (11) 96207 0772




Para que seu casamento seja uma lembrança maravilhosa, onde seus convidados lembrem uns dos mais lindos momento.... A VALSA!!!
Nesta data tao importante você pode entregar mais que uma linda noite, uma inesquecivel valsa.
Alem disso pode fazer outras coreografias, seja com seus amigos ou somente os noivos.

COREÓGRAFO (11) 96207 0772



COREÓGRAFO PROFISSIONAL, LICENCIADO EM ARTES ESPECIALIZADO EM DANÇA, UNIVERSIDADE DO CHILE, COM MAIS DE 12 ANOS DE TRAJETORIA NO CHILE, AGORA NO BRASIL, RESIDENTE EM SÃO PAULO.

CRIADOR DE COREOGRAFIAS PARA PUBLICIDADE, EVENTOS ESPECIAIS, ANIVERSARIOS, SHOW, GRUPOS MUSICAIS, TEATRO E MUSICAIS.

Professor de dança Condicionamento Físico (11) 96207 0772




Professor de Dança, Chileno, com Licenciatura en Artes especializado en Dança, com mais de 12 anos de experiencia, em condicionamento corporal, alongamento, bem estar e saude. Aulas particulares em sua casa.

AULAS DE CONTACTO IMPROVISAÇAO PARA CASAIS (11) 96207 0772





MELHORE SUA ATIVIDADE SEXUAL


O contato improvisação é um estilo de dança dual que nasceu das possibilidades que dá um corpo ao estar em contato com outro, é uma forma de comunicação que ao prescindir da palavra, ajuda e desenvolve a escuta própria alem do outro pra gerar movimentos fluidos e orgânicos. Assim você vai adquirir experiências comunicativas baseadas na escuta, confiança e a espontaneidade.
Recomendado para melhorar a relação sexual de casais, além de experimentar novas formas de amar no ato sexual.

exemplo.

http://www.vimeo.com/2767072

PROFESSOR DE SALSA (11) 96207 0772



Professor de Salsa, Chileno, morando atualmente no São Paulo.

aulas particulares, ou grupales.

experimente, que depois nao consigue parar...


HAYYYY QUE RICOOOO!!!

viernes, 9 de abril de 2010

FOME

FOME videodanza from Mauro Concha on Vimeo.



"FOME", en portugues significa Hambre, hambre de querer bailar de comer de ser un ser...
Hambre al momento de bailar o despues de bailar, cuando mi cuerpo necesita alimentarse de danza, quiero moverme, quiero dançar...

Fome. Aburrido en español. es un mezcla de lo fome y lo fome...

satisfecho. color.

miércoles, 17 de marzo de 2010

MADONNA MADE IN CHILE/ PRESENTACION TEATRO UPLA

Madonna made in Chile from Mauro Concha on Vimeo.





Muestras de movimiento III, en la universidad de playa ancha de valparaiso, chile. basados en desglozar un baile tipico o tradicional, llevandolo a una situacion nueva.

apresentaÇao das aulas de movimento iii, na universidade de paya ancha de valparaiso, chile. o trabalho consiste em desfacer uma danÇa tipica o tradicional, levando esta pra uma situaÇao nova.

MAMITA SOLEDAD/ PRESENTACION TEATRO UPLA

Mamita Soledad Danza Teatro from Mauro Concha on Vimeo.



Muestras de movimiento III, en la universidad de playa ancha de valparaiso, chile. basados en desglozar un baile tipico o tradicional, llevandolo a una situacion nueva.

apresentaÇao das aulas de movimento iii, na universidade de paya ancha de valparaiso, chile. o trabalho consiste em desfacer uma danÇa tipica o tradicional, levando esta pra uma situaÇao nova.

FIRMES / ESCUELA DE TEATRO UPLA

FIRME DANZATEATRO from Mauro Concha on Vimeo.





Muestras de movimiento iii, en la universidad de playa ancha de valparaiso, chile. basados en desglozar un baile tipico o tradicional, llevandolo a una situacion nueva.

apresentaÇao das aulas de movimento iii, na universidade de paya ancha de valparaiso, chile. o trabalho consiste em desfacer uma danÇa tipica o tradicional, levando esta pra uma situaÇao nova.

sábado, 13 de febrero de 2010

SUDA. FESTIVAL DE TEATRO CONTAINER VALPARAÍSO- CHILE

SUDA from Mauro Concha on Vimeo.




Suda nace de la búsqueda de un lenguaje natural y único, usando como elemento de expresión el cuerpo y como material recuerdos de infancia. Se mezclan en ella, la vida rural campesina y la marginalidad urbana. La tierra, elemento fundamental en la obra, nos recuerda las raíces, los orígenes de los modelos femeninos, que las protagonistas representan en la memoria íntima de sus abuelas. La tierra fértil que trasciende la historia.

miércoles, 8 de julio de 2009

EXTASIS

EXTASIS from Thiago Henrique on Vimeo.




Cuando varios psiquiatras y psicólogos norteamericanos llevaban casi una década usando esta sustancia como medicamento, en 1985, la policía anti-narcóticos americana (DEA) decretó que carecía de «uso médico». Siguió una polémica en la prensa -tanto especializada como no especializada-, pues por Entonces no se conocía un solo usuario que hubiese requerido atención por sobredosis, ni otras señales de abuso o delincuencia. Había, eso sí, un grupo de estirpe psiquedélica -llamado New Age- apoyaba la difusión de la sustancia, y en los campus universitarios empezaban a Proliferar camisetas con el slogan dont get married for six weeks after XTC («no te cases antes de seis semanas después de tomar éxtasis»).... y tu..... la probaste?????

SOLO

SOLO. VIDEODANZA from Mauro Concha on Vimeo.




LA VIDA TE ENTREGA PERSONAS PARA QUE ESTEN CONTIGO Y SEAN PARTE DE TU VIDA... PERO A VECES A PESAR DE ESTAR AHI.... SIMPLEMENTE NO EXISTE NADIE, ESTAS SOLO......

viernes, 12 de septiembre de 2008

intercoiffure Chile 2008















LAS COREOGRAFÍAS REALIZADAS EN INTERCOIFFURE CHILE 2008 EN LA PRESENTACION DE CADA PAÍS FUERON REALIZADAS POR MAURO CONCHA, LA ASISTENCIA COREOGRAFICA FUE DE JULIO SANZ Y LOS INTERPRETES SON

PABLO TAPIA
MARCELA CERDA
JULIO SANZ
JASMIN LEPE
MAURO CONCHA

REALIZACION INTERCOIFFURRE CHILE 2008

HUGO GUERRA CRUZ
PRESIDENTE INTERCOIFFURE CHILE

martes, 5 de agosto de 2008

musicales, entrevistas y danza contemporánea...




ESTE ES EL DIARIO 21 DE IQUIQUE, EL VIAJE A IQUIQUE FUE MUY LINDO Y LA ACOJIDA DE LA GENTE FUE MARAVILLOSA... GRACIAS ETERNAMENTE IQUIQUE!

DON QUIJOTE, UFFF QUE BONITOS RECUERDOS.



EN ARICA NOS FUE INCREIBLE.. PENSABAMOS HACER UN PAR DE FUNCIONES Y FINALMENTE TERMINAMOS HACIENDO COMO 7 FUNCIONES Y TODOS HABALBAN DE NOSOTROS!

FUE MUY ENTRETE... Y BAILAR CON EL MORO ATRÁS DE NOSOTROS FUE LO MEJOR!



MAS ENTREVISTAS... TUVE LA SUERTE DE SALIR EN CASI TODAS LAS FOTOS .. EJALE



CUANDO HICIMOS LA PRESENTACION GRATIS EN LA PLAZA PRINCIPAL DE ARICA, FUE TODO UNA EXPERIENCIA... RECORDE LA PRESENTACION QUE HICE CON LA PERGOLA...(QUIERO HACER MUSICALES!!!!!!)



LAS ENTREVISTAS SEGUIAN EN ARICA, DIA TRAS DIA



CERCA DE TEJAS VERDES, HACIENDO INVESTIGACION DEL TRABAJO A REALIZAR CON LA COREOGRAFÍA Y ADEMAS APROVECHANDO DE HACER SESION DE FOTO!



TEJAS VERDES, LA COREOGRAFÍAS QUE HABLA DE LOS DERECHOS HUMANOS Y LA REPRESIÓN VIVIDA EN EL 73



UNA DE LAS ENTREVISTAS QUE NOS HICIERON CUANDO FUIMOS CON TARDANZA A BAILAR A COPIAPO, HICIMOS CLASES, Y APRENDI MUCHO DE ESTA COMPAÑIA



SENTIDOS ENTRECORTADOS DE UNA DE LAS ENTREVISTA QUE TUVO LA COREOGRAFIA "SENTIDOS ENTRECORTADOS", CREADA POR MI.



ESTA PERGOLA FUE UNA DE LAS PRIMERAS FUE PRESENTADA EN PLAZA DE ARMAS DE SANTIAGO DE CHILE, HABIA UNA CANTIDAD DE PUBLICO INTERMINABLE...




PARTE DEL PROGRAMA DE LA PERGOLA DE LAS FLORES, REALIZADA PARA TODO EL PUBLICO EN LA PLAZA DE ARMAS DE SANTIAGO DE CHILE



UHHHHHHHH.. LA PERGOLA DE LAS FLORES AQUI PODEMOS VER CUANDO ELLA LLEGA A ESCENA... LA CARMELA PO´... ESTA PRESENTACION FUE EN EL TEATRO MUNICIPAL DE SANTIAGO DE CHILE




JESUCRISTO SUPERSTAR, UNA BUENISIMA PRODUCCION PARA ESTE MUSICAL TAN CONOCIDO POR TODOS NOSTROS , ESTA FOTOS FUERON CUANDO HIZO DE JESUS QUIQUE NEIRA.




EXCELENTE MOMENTO DE JESUCRISTO!!!




SEGUNDO REPORTAJE... ME POTENCIARON!!! WOOHOO!!!



ESTA FUE LA PRIMERA ENTREVISTA QUE ME HICIERON EN EL DIARIO EL MERCURIO, FUE MUY EMCIONANTE PORQUE SE ESCRIBIO MUCHO DE MI... Y ESO FUE UN GRAN PASO PARA LAS COSAS QUE VINIERON DESPUES EN LA DANZA.

lunes, 14 de julio de 2008

INFRAGANTI ::DANZA COMTEMPORANEA ::




DANZA CONTEMPORANEA REALIZADA POR LA COREOGRAFA CAROLINA REBOLLEDO.
"INFRAGANTI", LA SEGUNDA PARTE DE LA TRILOGIA DEL DESARROLLO DEL HOMBRE EN LA CIVILIZACION URBANA, PRESENTADA EN EL 2006. POR DANZA CONCRETA.

miércoles, 9 de julio de 2008

Spot té Supremo




este es el ultimo spot realizado por mi, esta vez soy el barrendero.

lunes, 16 de junio de 2008

domingo, 2 de marzo de 2008

4° TEMPORADA DEL BAILE DE TVN SPOT



SPOT PUBLICITARIO DE LA CUARTA TEMPORADA DEL BAILE DE TVN EN CHILE, BAILANDO "YAIV", EN LAS CALLES...PARTICIPANDO CON CAMISETA BLANCA, A VER SI ME VES EN LA DIAGONAL IZQUIERDA ARRIBA. JEJEJE...

martes, 15 de enero de 2008

"VOLAR" SAIKO 2.0 COREOGRAFO. YO / EU



este video es el lanzamiento del nuevo disco "volar", del grupo chileno SAIKO, las coreografias estan echas de acuerdo a los requerimientos del grupo. Lo pase muy bien haciendo este video musical.

ESTE VIDEO É O LANZAMENTO DO NOVO DISCO "VOAR", DO GRUPO DE CHILENO SAIKO, AS COREOGRAFIAS ESTAO FEITAS DE ACORDO AOS REQUISITOS DO GRUPO. EU GOSTEI MUITO DE FACER ESTE VIDEO.

this video is the launching of the new disc "to fly", of the Chilean group SAIKO, the choreographies are you throw according to the requirements of the group. It passes it very well making this video musicals.

ademas agradecer al Sr.judasunderline por bajar elvieo a youtube

martes, 18 de diciembre de 2007

:: ESPERA ::




Intervención de danza contemporánea en las afueras del Aeropuerto de Punta Arenas,Chile.
una forma diferente de poder apalear el frio despues de un largo viaje desde Santiago de Chile.

Intervention of contemporary dance on the outskirts of the airport of Punta Arenas, Chile.
A different form of power beating the cold after a long journey from Santiago de Chile.

domingo, 9 de diciembre de 2007

Teleradio Donoso




Las coreografias estan hechas por Mauro Concha, o sea... yo. El video fue grabado en el cine arte Normandie.espero que les guste!!!!

miércoles, 28 de noviembre de 2007

"TACITO" AUSPICIADO POR METRO DE STGO CHILE






CURRICULUM VITAE


Datos personales

Nombre : Mauro Andrés Concha Ruiz

Rut : 13.923.781-1

Fecha nacimiento: 06 septiembre 1980

Nacionalidad : Chilena

Teléfono : (02) 695 37 03

Móvil : 09-249 83 21

e-mail : pendulorama@gmail.com

Estado civil : Soltero

Dirección : Eyzaguirre 1367 casa 4

Región : Metropolitana










Beca


Beca 100% de Estudios Artísticos para estudios superiores en la Universidad de Chile, para la carrera de Licenciatura en Artes con mención en Danza.

Otorgada por : 50% Universidad de Chile
50% Balmaceda 1215


Antecedentes académicos

Educación superior
Grado : Licenciado en Artes mención en
Danza

Nivel educacional : Universitario Egresado

Institución : Universidad de Chile

Periodo estudio : 1999-2003



Educación media


Institución : Liceo Obispo Augusto Salinas

Periodo estudio : 1997-1998



Educación básica


Institución : Oratorio Don Bosco

Periodo estudio : 1989-1994












Antecedentes artísticos



Ocupación : Intérprete muestra de exámenes de
Pedagogía en danza
Institución : Universidad ARCIS
Año : 1998


Ocupación : Intérprete danza Afro funciones de
Fin de año
Institución : Universidad de Chile
Año : 1999


Ocupación : Intérprete y Coreógrafo “Cuerpos
De Poliuretano”
Institución : Fiesta de la Cultura
Año : 2000


Ocupación : Intérprete “Cuerpos de Poliuretano”
Institución : “Juntos en la Danza”, Universidad
de Chile
Año : 2000


Ocupación : Intérprete y Coreógrafo
“Con-ciencia”
Institución : Balmaceda 1215, Entrega de Becas
para Estudios Superiores
Año : 2000



Ocupación : Intérprete
Institución : “Gala 2000” Universidad de Chile
Año : 2000




Ocupación : Intérprete “Tejas Verdes”
Institución : Compañía de Danza
Contemporánea TarDanza
Año : 2001


Ocupación : Intérprete “muestra coreográficas
Internacionales” Primer Seminario
Internacional ADF-Chile
Institución : Universidad de Chile
Año : 2001


Ocupación : Intérprete “muestras Extensión
Docente”
Institución : Universidad de Chile
Año : 2001


Ocupación : Intérprete “Casa Embrujada”,
Encuentro Colectivo de las Artes
Institución : Verónica Angulo
Año : 2001


Ocupación : Intérprete y Coreógrafo “Concierto
Tradicional de Navidad”, Viña del
Mar
Institución : Teatro Municipal de Viña del Mar
Año : 2001



Ocupación : Intérprete, Musical “La Pérgola de
Las Flores”
Dirección : Carmen Barros Alfonso
Institución : Municipalidad de Santiago
Año : 2002



Ocupación : Intérprete, Danzas Griegas
Tradicionales
Dirección : Gloria Legûisos
Institución : Fundación Gabriel & Mary Mustakis
Año : 2003 -2007



Ocupación : Intérprete Musical “Jesucristo
Superstar 2003”
Dirección : Jorge Muñoz
Institución : Pablo Muñoz Zamora Producciones
Año : 2003


Ocupación : Intérprete y Coreógrafo “Ritos
Urbanos”, egreso 2003,
Licenciatura en artes mención
Danza, Universidad de Chile
Dirección : Francisca Morand
Institución : Universidad de Chile
Año : 2003




Ocupación : Intérprete “Tarina, el Encuentro”
Institución : Compañía de Danza
Contemporánea “El Péndulo”
Año : 2003


Ocupación : Intérprete presentación exámenes
“Curso Profesor Especializado en
Danza”
Institución : Universidad de Chile
Año : 2004


Ocupación : Intérprete Musical, “El Hombre de la Mancha”
Dirección : Alejandro Pinto Tironni
Institución : Arteamérica Producciones
Año : 2005-2007

Ocupación : Intérprete, extracto “6:45 A.M.”,
Matucana 100
Institución : Compañía de Danza,
Contemporánea Danza Concreta
Año : 2006


Ocupación : Extra video clip “Pitica”, grupo musical
Teleradio Donoso
Dirección : Joaquín Mora
Institución : Independiente
Año : 2007


Ocupación : Intérprete Musical, “Puma”
Dirección : Yasmín General
Institución : Teatro Art
Año : 2007


Ocupación : Intérprete “Infraganti”
Dirección : Carolina Rebolledo
Institución : Compañía de danza contemporánea Danza
Concreta
Año : 2007











Antecedentes como Coreógrafo

www.pendulodanza.blogspot.com


Coreografía : Con-ciencia
Presentada en : - Balmaceda 1215
- Universidad de Chile “Juntos en la
Danza”
- Universidad de Chile “Gala 2000”
Coreografía : Cuerpos de Poliuretano
Presentada en : - 2º Encuentro Internacional de
Danza del MERCOSUR
Coreografía : Sentidos Entrecortados
Presentada en : - Museo de Arte Contemporáneo
(MAC)
- 3º Festival Internacional de Danza del MERCOSUR
- Fiesta de la Cultura 2001, Parque Forestal
- Instituto del Desarrollo Agropecuario (INDAP)
- Universidad de Chile “Casa Embrujada”
- Teatro Diego Rivera, Puerto Montt
- Sala La Madre “día internacional de la danza
2007”
- Auditorio Universidad UNIACC
(Celebración día internacional de la danza
2007)
Coreografía : Pa ónde va la Micro??
Presentada en : - Aula Virtual del Departamento de
Artes de la Universidad
Metropolitana de Ciencias de la
Educación
Coreografía : Tomorrow Shall be my Dancing
Day`s
Presentada en : - Teatro Municipal de Viña del Mar

Coreografía : Orishás
Presentada en : - Balmaceda 1215

Coreografía : Video Clip “Pîtica”, grupo musical chileno
TELERADIO DONOSO
Presentada en : - Bar “El Clan”
- www.teleradiodonoso.cl
- Televisión abierta.
Coreografía : Musical “Puma”
Presentada en : - Boulevard Parque Arauco
- Cúpula del Parque O´Higgins
Coreografía : - Obertura Ángeles y Demonios
Presentada en : - INTERCOIFFURE CHILE 2007, Teatro
Teletón

coreografia : Tacito
presentada en : SALA PABLO NERUDA, INTERIOR ESTACIÓN DE METRO QUINTA NORMAL


coreografia : teatro infantil "Osos, al rescate del mundo polar..."
presentada en : Cúpula del Parque O´Higgins




Antecedentes laborales

Ocupación : Profesor “movimiento I”
Institución : Universidad de Playa Ancha de
Valparaíso
Período laboral : 2004


Ocupación : Profesor “Acrobacia”
Institución : Universidad de Playa Ancha de
Valparaíso
Periodo laboral : 2005



Ocupación : Bailarín-actor
Institución : Laboratorio de Investigación
Escénica Abel
Carrizo-Muñoz (LICEU). Universidad
de Chile
Periodo laboral : 2005




Ocupación : Bailarín acróbata, publicidad de
Supermercados Santa Isabel
Institución : Productora Punto Uno
Producciones
Periodo laboral : 2004


Ocupación : Bailarín, publicidad supermercados
Jumbo
Institución : Productora T & M producciones
Periodo laboral : 2006

Ocupación : Profesor “Expresión Corporal”
Institución : Universidad de Playa Ancha de
Valparaíso
Periodo laboral : 2007

Ocupación : Profesor “Danza”
Institución : Universidad de Playa Ancha de
Valparaíso
Periodo laboral : 2007

Ocupación : bailarin publicidad EL BAILE DE TVN 3º TEMPORADA
Institución : Casting Independiente
Periodo laboral : 2008

Ocupación : modelo publicidad de Ministerio de Justicia
Institución : Andres Wood, Producciones
Periodo laboral : 2008

Ocupación : bailarin, publicidad de Té Supremo
Institución : Acción Chile Producciones
Periodo laboral : 2008









Conocimientos específicos

Idiomas

Idioma : Portugués Avanzado
Idioma : Español Avanzado


Herramientas tecnológicas

Word : Nivel usuario




Mauro Concha

TACITO" AUSPICIADO POR METRO DE STGO

lunes, 19 de noviembre de 2007

TÁCITO





Por fin estamos en la etapa final de un arduo trabajo de danza, que por lo visto en lo personal he aprendido mucho.... aunque finalmente esta foto habla mucho de mi estado en la obra.... "quedo chato con los cuadraditos de mierda!!!!!", pero finalmente tienen una razón al fin y al cabo.... no me destrozo las rodillas de puro gusto a pesar de las diferentes persepciones que l publico ha tenido al ver a obra..... lo importante por sobre todas las cosas es ser bueno en lo que te propones, y hacerlo bien y con mucho profesionlismo. agradezco a quienes estubieron ese dia del estreno y bueno sientanse agradecidos desde ya los que iran a ver la obra en los dias que quedan de función.

domingo, 28 de octubre de 2007

TACITO




DIRECCION. CAROLINA REBOLLEDO

INTERPRETES.

VERONICA TAPIA
JUAN TORREJON
MAURO CONCHA

martes, 9 de octubre de 2007

ESTRENO TACITO. NOVIEMBRE-DICIEMBRE






espero que puedan ver la publicidad en el metro tanto por los afiches y por tv. metro.

viernes, 20 de julio de 2007

DIA DE INTERCOIFFURE CHILE 2007

El pasado domingo 8 de julio, en el teatro Teletón se realizó el Evento de lanzamiento look cabello “Ángel-Demonio”, presentado por Intercoiffure Chile, asociación que reúne a los mejores estilistas profesionales de Santiago. En este participaron como invitados más de 800 peluqueros y contó con el Auspicio de L’oreal, Wella, Taiff, Silkey, Fisiocap, Banco Estado empresas, entre otras.

Países invitados fueron Argentina, Uruguay, Brasil, y Perú, quienes aportarán la creatividad de sus estilistas más destacados.

Chile presentó un desfile con 18 destacadas modelos quienes estuvieron a cargo de mostrar vestuario con un concepto estilístico de ángeles y demonios de los mejores alumnos de Inacap.

El despliegue y creatividad en los diversos look del cabello de las modelos que representaron la tendencia “Ángel-Demonio” estuvieron a cargo de Intercoiffure Chile que reunió a nueve profesionales Chilenos: Luisa Zavala, Blanca Matus, Lucía Labra, Silvia Saladino, Ricardo Riveros, Roberto Palma, Mauricio Cid, Mónica Torreblanca y Hugo Guerra, presidente de la Agrupación. La conducción del evento que fue todo un éxito estuvo a cargo de Karen Doggenweiller.

La obertura de Chile presentando la tendencia "Ángel y Demonio", fue realizada por el Coreógrafo Mauro Concha, y el vestuario coreográfico diseñado por Daniel Banhara. En el cual se presentó un dezpliegue de 10 bailarines en escena con hermosa iluminación, color y plasticidad en los diferentes movimientos creados.





DEMONIOS EN INTERCOIFFURE 2007 CHILE






ANGELES INTERCOIFFURE 2007